CHEGANDO AOS CÉUS

Posted by : DANIEL MORAES | 21 outubro, 2008 | Published in

Em teu corpo que é quero me perder.
Ladrilhar cada centímetro seu.
Provar das tuas delícias mais secretas,
Provocar a tua dor mais íntima,
Vê-te animal insaciável,
Devorando-me,
Saboreando-me com tua língua,
Mordiscando, Percorrendo cada pedaço meu,
Fazendo-me suplicar, Pedi, implorar...

Nossos corpos num perfeito sincronismo.
Beijos, gemidos cada vez mais altos, depravados,
escancarando nossa lascívia...

Que o mundo acabe,
Que tudo se exploda!
Meu céu, minha salvação é você,
E todo o prazer que possa me dar...

Nossas peles exalando desejo,
A respirações pesadas,
Tuas unhas que arranham minhas costas,
Teus movimentos cada vez mais rápidos,
Teu prazer já vem vindo...

O corpo que se arrepia,
As mãos que se contraem,
E o grito...

Teu corpo que desaba em cima do meu,
Cansada e vencida,
No mais íntimo abandono da alma.
Sobre o meu peito descansas,
O mundo já pode terminar,
Já te fiz chegar aos céus.

(12) Comments

  1. JAZZ-MIM said...

    amando muito hein! nossa,quanta inspiração!

    21 de outubro de 2008 20:15
  2. Valéria de Oliveira said...

    Isto são sintomas da paixão.

    Mas no final acho que encontra o amor. No modo tranquilo, cabeça no peito, a caminho do céu...

    òtima criação.

    Beijo

    P.s Ah novo post lá...Quinta no Arroto, sem falta! Brincando de atualizar.

    22 de outubro de 2008 00:23
  3. Anônimo

    Redenção aos sentidos;
    Saborerando o gosto,
    Ode à liberdade de extintos
    Devorando-se sem pudores
    Sabores, súplicas em uma coreografia de prazer
    Sincronia de sentidos
    Despertar de sonhos dentro do outro


    Ana carita

    22 de outubro de 2008 07:45
  4. Rívea

    Daniel,

    sentimentos, desejos à for da pele, a delícia de um gozo pleno e delirante! Bom, muito bom!

    Beijo!

    22 de outubro de 2008 08:14
  5. Iara said...

    saudade de qndo voce escrevia e nao fazia essas poesias.

    22 de outubro de 2008 11:50
  6. Anônimo

    Daniel, me parece que ainda não rolou o conpoesi. pelo menos não foi divulgado na imprensa nem na web.

    Té mais.

    Edgar

    www.edgarb.blogspot.com

    22 de outubro de 2008 17:49
  7. Lola said...

    eba! até que enfim consegui passar por aqui - e comentar. estou colocando a leitura em dia, com a GRAÇA DIVINA hahahahahah

    o bom de ficar tempos sem visitar meus blogs favoritos, é que depois passo horas me atualizando!

    beijos mequetrefes!

    22 de outubro de 2008 21:52
  8. lugirão said...

    Daniel, eita que você está inspirado. Muito bom.

    beijos

    22 de outubro de 2008 22:36
  9. Tássia Jaeger said...

    Oi...pelo que tu me "conhece" tu sabe o quanto eu sou sincera, portanto só volto aqui quando tiver textos. ahahhahaha....é que não curto poesias, mas não pára de escrever tá. Elas são boas, eu que sou ruim! hahahaha

    22 de outubro de 2008 22:45
  10. Flávia said...

    Jisuis, apaga a luz!! :)

    23 de outubro de 2008 10:00
  11. paula barros said...

    Sempre achei linda a frase "subiu aos céus.."
    Desse jeito seria bom demais.

    beijos

    24 de outubro de 2008 07:53
  12. Mr. Jairo Souza said...

    Mais um poema hot por aqui!
    quanta intensidade!

    2 de novembro de 2008 18:46