OLHAR

Posted by : DANIEL MORAES | 20 maio, 2008 | Published in

Um dia estava pensando
No jeito que o meu olhar olha...
Bisbilhotando, imaginando como a pupila
Observa a mulher dos olhos castanhos,
Que passeando ao longo do caminho,
Mistura rimas com carinho,
Paixão com ilusão,
Pinturas e imagens,
Imagens simples com visões.

Volto a minha atenção ao caminho,
Seguindo os sonhos da bela morena...
A ilusão que segue
Os passos daquela mulher,
Menina,
Menina-mulher...

Um olhar,
Uma breve mistura,
Aconchegante;
Doçura e leveza
Em cada palavra;

Um jeito embaraçado e malicioso
De mostra-se,
Apenas através do olhar.

Por: Daniel Moraes.

(5) Comments

  1. Leticia said...

    Você anda escrevendo belos poemas... o tempo não me sai da mente.

    20 de maio de 2008 18:11
  2. Mr. Jairo Souza said...

    aH o olhar...
    o olhar é uma potente arma
    ele nos olha, nos julga, nos envolve, nos convida, o olhar nos mata, o olhar é capaz de analizar o mais profundo só com um olhar!
    ótimo post!

    21 de maio de 2008 08:54
  3. Carol Bahasi said...

    Parceiro-irmão-camarada!
    Só "claps claps" (sonorização: palmas). Só isso.
    Muito lindo mesmo.
    Obrigada.

    21 de maio de 2008 18:29
  4. Erika said...

    Queria eu ser essa morena e ouvir esses poemas. =]

    23 de maio de 2008 06:06
  5. Camilla Boyle said...

    Gostei deste!

    Um olhas às vezes carrega mais significados que muitas frases e também reconforta mais que muitas palavras =).

    Parabéns pelo poema.

    Beijos e bom domingo

    25 de maio de 2008 07:13