SONHO DE CONSUMO

Posted by : DANIEL MORAES | 04 março, 2009 | Published in

Muitos dirão que é loucura.
Outros dirão que pode ser.
Para alguns, apenas um devaneio.
Para mim... Ah! Para mim...

Conheço-a desde sempre. Acho que esse sempre é a partir dos meus nove anos de idade. Ela surgiu como “coleguinha”; uma “neta postiça” da minha terceira tia. Seu nome? Vamos chamá-la de “J” (é... Adoro esse tipo de identificação).

“J” desde sempre foi “bonitinha”. Gestos delicados, jeitinho comedido, típica “filha de mamãe”. Durante certo tempo até fomos chegados; por ser cinco anos mais velha do que eu, brincava comigo por pura falta de opção. Logo o destino nos distanciou e por muitas Eras não a vi.

Tempos e tempos mais tarde eis que a vejo. Já mulher feita, e muito bem feita! (...). Ancas fartas, seios médios durinhos, cabelo liso quase beirando a cintura, bundinha redondinha... Um verdadeiro manancial de tentações. Lembram do destino? Pois é! Cara safado!

Na Era em que nos reencontramos, já não tínhamos mais a inocência de criança e tão pouco a amizade feita em tempos de meninice. A cidadã, formada, bom emprego e num nível social anos luz a cima do meu... (Ah! Essas benditas imposições que nos colocamos!).

Continua comedida e delicada, mas... Desbaratina com o meu desejo.
Não sou mais menino! Meus olhos “comem-na” numa fome desmedida... Imagino taras, sensações e todo o tipo de delícia que ela poderia me ofertar! Ah, se eu ganhasse na Mega Sena! Sei que a mesma não se importar com questões estéticas. Seus últimos relacionamentos foram com caras que ao meu lado, me fazem parecer com o Antônio Bandeiras.

Segundo minha tia (a terceira, vó postiça), ela não quer dinheiro ou beleza, mas sim, segurança! Que só pode ser dada por um “homem de verdade”. Por que não eu? (a, a, por que não eu...).
Já há vi “cair no sofá”. (da tia, lembra?).
E o que vi... Ah, o que vi...
Oasis, Nirvana, quaisquer coisas desse tipo ali, solto e entrege ao sono dos justos (da justa, justíssima calça que dava o contorno exato de sua deliciosa bundinha). E eu ali... Navegando, deslizado com os olhos por todo o corpo da linda morena e meu sonho de consumo.

Para alguns um devaneio.
Loucura?
Pode Ser!
Ah! Para mim...
EXTRA:

Inda bem que minha atual namorada não lê meus textos, senão...
Ah! Se não... (risos).

(16) Comments

  1. lugirão said...

    Daniel, tem certeza que ela não Lê teus textos? pois se ler estás ferrado, e vai ter que voltar a caça novamente. E tu tinhas que descrever nos mínimos detalhes tua tara pela criatura?rs.

    Beijão

    4 de março de 2009 21:16
  2. Jairo Souza said...

    Não Lê? Não sabe o q perde! Qnt a vc isso chama-se tara!
    ahuahauhauh
    abçs!

    4 de março de 2009 21:20
  3. Atila said...

    Que descrição ein meu amigo, cuidado meu amigo, derrepende ela encontra teu blog nos favoritos, ou nos históricos e para você contar que fucinho de porco não é tomada, vai ter que ter um nivel de descrição maior do que o da cintura da menina mensionada.
    Porém, em sua defesa devo confessar que também sou amante das curvas do corpo feminino e quando além de curvas sinuosas vem acompanhado de inteligência fico embasbacado.
    Por sorte sou casado com uma mulher linda que não deixa a desejar no campo de desejos, porém, ainda sim gosto de admirar mulheres de corpos esculturais... afinal sou um animal humano do sexo masculino né! hehhee
    um abraço meu caro Daniel

    5 de março de 2009 14:54
  4. Anônimo

    RApá, tu só tem uma saída: vai atrás de verba para garantir a tal da segurança.
    Ou então compra uma cerca elétrica para que ninguém entre, ninguém saia.
    Ou ainda: joga carisma pra cima dela. Ningúem resiste a um bom carisma.

    Edgar Borges
    www.edgarb.blogspot.com

    5 de março de 2009 15:49
  5. Neto said...

    Cara, vou te contar:
    se a tua namorada não lê teus textos, ótimo! Agora se ela lê, tú vai ter que escrever para nós um dia um post sobre o assunto :)

    Esse eu vou querer ler... ahahahahaha
    *brincadeira, cara!*... Um abraço!

    5 de março de 2009 16:11
  6. Solange Maia said...

    Daniel,

    Seus textos são tão cheios de verdade que assustam... provocam, e encantam !!!

    Ah... realmente espero que sua namorada não o leia...risos...

    Beijo especial,

    Solange

    http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

    5 de março de 2009 19:48
  7. Índia said...

    Que problema, hein? rsrs

    Cuidado pra tua namorada nao te pegar no pulo.

    Beijao.

    5 de março de 2009 23:57
  8. Lih said...

    uau.
    cuidado com a namorada...
    auheuhauhe

    e essa parte foi a melhor:
    'Segundo minha tia (a terceira, vó postiça), ela não quer dinheiro ou beleza, mas sim, segurança! Que só pode ser dada por um “homem de verdade”'
    (:

    6 de março de 2009 14:23
  9. lugirão said...

    Daniel passando para te desejar um bom fim de semana, beijos.

    6 de março de 2009 20:16
  10. Sonia Pallone said...

    E aí entra a pergunta que não quer calar: a "mulher-tema" lê os seus textos??? Porque se lê vc tem grandes chances a partir de agora...risos... ou não...será???!!!!?????...

    7 de março de 2009 00:45
  11. Marcela' said...

    Os pensamentos traem sua namoraada! haha
    Baci!

    7 de março de 2009 16:51
  12. Renata Rocha said...

    acho que nao tenho mais sonho de consumo.
    devo ter virado socialista mesmo.
    afe.

    8 de março de 2009 02:18
  13. Tássia Jaeger said...

    ah, e se um dia ela ler heim...hahaha...ah esses reencontros...

    8 de março de 2009 02:33
  14. Philip Rangel said...

    Hheehhe...ela nao sabe o que esta perdendo ne Daniel...sua imaginaçao e verdade foge mesmo...com verdade...

    abraçao

    8 de março de 2009 11:21
  15. Naty said...

    Tome cuidado com isso de escrever e pensar que ela não irá ler. Seguir seu tesão talvez não te leve ao caminho certo.

    ^^

    8 de março de 2009 17:06
  16. Casa de Colméia said...

    Menino de Deus...que coisa eh essa!!!??

    8 de março de 2009 21:11