ATÉ QUE O CASAMENTO NOS SEPARE...*

Posted by : DANIEL MORAES | 22 janeiro, 2009 | Published in

Eu juro lhe amar, proteger, ser fiel...

Meu bem... Que lhe amo já está mais que claro, mas a sua mãe... Aquela velha insuportável, metida a sabe tudo, que me odeia, detesta, que quer me vê morto por tê-la tirando das asas dela... Vai ficar difícil continuar te amando por muito tempo, sabendo que essa jararaca morará conosco, e tentará nos separar, dizendo que seria melhor que você tivesse casado com o Carlos, seu amor de infância, que é mais bonito, bacana, divertido, rico, que ele sim tem futuro, bem diferente de mim e blábláblá...

Vou sim te proteger de todo o mau e de qualquer ex-namorado seu, afim de que nenhum filho da puta desses venha furar meu olho. Bem como terei o maior cuidado com vossas amizades, como a Lúcia, que tem um baita ciúme de nós dois. Tempo desses, enquanto davas atenção à Ana, aquela cidadã alcoviteira e falsa confidenciou-me que preferia o Sérgio a mim, pois os três faziam o trio perfeito, e que não vê a hora do “docinho de caju” voltar de Cuba, pra ela armar alguma situação que lhe coloque frente a frente com este enfadonho Ser de seu passado.

Amor, veja bem: ao me flagrar dando aquela espiada na bundinha de mulher alheia, entenda... É um ato instintivo, que todo homo sapiens macho faz. Para nós têm um lance transcendental; é como futebol e cerveja com os amigos num bar em final de semana. É onde relaxamos, falamos de coisas frívolas, do gol que fulano perdeu e sim! De mulher... Não te traio amorzinho... É que há em nós uma espécie de fascínio na mulher do outro... Sempre a cara metade dos outros parece melhor que a nossa! Mas não se preocupe! Meu coração, alma e cabeça são seus! Já o tesão... E nem venha me dizer que “todo homem é igual, safado” e coisa e tal. Toda a mulher olha para o homem alheio, ou pensa que eu não vi tua olhada pra cima daquele cara malhado e bonitinho lá da praça?!

Na saúde, na doença, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza...

Coração... Vamos combinar logo aqui. Para que reine entre nós saúde, alegria e riqueza temos que estabelecer padrões monetários, ou seja, todas as contas entre nós serão divididas. Sei meu bem, que sou o homem da casa, e grande parte dos gastos irei sim bancar, todavia, os tempos mudaram. As mulheres se emanciparam, conquistaram seus direitos, a paridade para conosco, sendo assim, direitos iguais subentendesse responsabilidades por igual. Os planos de saúde estão pela hora da morte (literalmente), a inflação ta aí, crise econômica mundial também, gasolina cara (mesmo com a descoberta do Pré-Sal), água, luz, telefone, internet, colégio e cursos das crianças, o Bar do Flamengo, enfim... Sim! Eu sei que o alisamento do seu cabelo custa caro, assim como a academia, cosmético, seu Doutorado, viagem para a Europa, mas... Temos de fazer sacrifícios.

O quê? E os seus planos?
E os meus planos, onde ficam nisso tudo?
Por que tem que ser suas coisas primeiro?
Eu só vejo o meu lado?
Ta vendo como você é egoísta!
Cafajeste, eu?
Salafrária! Aproveitadora!
Minha mãe é uma puta?
A sua é uma cascavel, manipuladora, bruxa...

Até que a morte, brigas e a rotina maçante do casamento nos separem.

* Fiz esse texto com base NESSE DAQUI, que é de autoria da minha querida amiga / parceira Flávia Brito, do blog Sabe de uma Coisa?
EXTRA:

Tem poema meu na Casa do Poeta e postagem do Jairo no Blues na Veia!.

(20) Comments

  1. Flávia said...

    Nossa, falar da mãe não poooooode, rs!!!

    Beijos!

    22 de janeiro de 2009 20:32
  2. Katia said...

    s voxes olham pk n podemos olhar tb...é just sim senho lol
    agora konkordo km a flavia...falar na sogra?...k mau lol
    gostei lol
    bjs bjs

    22 de janeiro de 2009 21:45
  3. Valéria de Oliveira said...

    HUauhauhauhau...pois é. Até que td isto separe...

    Faz parte...........

    22 de janeiro de 2009 21:55
  4. Andréa B said...

    INTELIGENTE... Preciso dizer dizer mais? Bjus

    23 de janeiro de 2009 07:07
  5. JAZZ-MIM said...

    Eu vivi isso, só que os papaeis eram invertidos.... e é exatamente assim que acontece!
    bjos

    23 de janeiro de 2009 08:17
  6. Índia said...

    Eita! Da vontade de desistir antes de tentar, rsrs.

    Beijao.

    23 de janeiro de 2009 10:22
  7. Marcela' said...

    É, as vezes parece que casar hoje em dia é mais sacrificio do que ato romântico!
    Mas olha, falar da mãe não é legal, haha
    baci!

    23 de janeiro de 2009 16:41
  8. Neto said...

    Ae cara! Bateu valendo.

    E eu que pensei que era só eu e a torcida do Flamengo que passava por isso ;-)

    Agora eu tõ vendo que sou eu mais a torcida do Flamengo, do corintians, do palmeiras, do gremio...

    Ah vá entender essas mulheres!...
    Só tomando outra cerveja! :)

    23 de janeiro de 2009 16:45
  9. Philip Rangel said...

    Daniel...vlw mesmo pelo debate e participaçao.....

    pois é essas mulheres reclamam...antes do casamento so maravilha depois.....hehehehe
    to ate vendo qndo chega minha vez;;;;;hehehe

    abraços

    23 de janeiro de 2009 18:39
  10. Jairo Souza said...

    ahuahuahauhauauh
    ótimo texto Daniel!
    acontece nas melhores famílias essas brigas!Abçs!
    há!
    tem selo e caricatura pra vc lah no blog!
    abçs!

    23 de janeiro de 2009 19:03
  11. Naty said...

    Credo! Que casamento conturbado!
    xD

    Vim até aqui pra falar q acabei com as formalidades e te linkei, pq adorei tudo q já li do seu blog, mas vi q vc vez isso primeiro! xD

    23 de janeiro de 2009 20:44
  12. Pathy said...

    Como diz o ditado, sogra boa 'e sogra morta, ne... Embora eu nao possa reclamar em nada da minha sogra, sei bem o quanto uma sogra pode ser um problema, e significar mesmo o fim de qualquer relacao...

    24 de janeiro de 2009 11:48
  13. Pathy said...

    Ah!! So pra vc saber, eu cheguei aqui atraves do blog Voz Ativa... e gostei!! se vc nao se importa, vou add voce na minha lista...
    =))

    24 de janeiro de 2009 11:52
  14. Srta. V said...

    só amor não basta.

    24 de janeiro de 2009 21:40
  15. Lê... said...

    rssss,é bem por aí mesmo!Até que o dia a dia nos enfadonhe de rotina...rs

    beijo,boa semana.

    25 de janeiro de 2009 16:51
  16. Viver é Bom ! ! ! said...

    Adorei seu blog.
    Passei por aqui ao acaso... tudo muito bom !
    Parabéns !
    Quando der visite meu blog também :

    http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

    Beijo !
    Solange Maia

    25 de janeiro de 2009 18:15
  17. Valéria de Oliveira said...

    Nem vou dizer nada sobre o selinho do Jairo.....Hauauhauhahu...indiquei seu blog e o dele...porque o espaço é maneiro e vcs são meus parceiros poxa...

    Boa semanaaaaaaa....

    Bj

    25 de janeiro de 2009 21:19
  18. lugirão said...

    É impressão minha ou mudou de novo o template do blog?

    Nossa que relacionamento mais confuso, fiquei tonta,rs.

    Boa semana prá ti, beijos

    25 de janeiro de 2009 21:39
  19. Tássia Jaeger said...

    De sogra eu não posso reclamar, acho que não troco de namorado por medo que a próxima sogra seja uma jararaca...hehehe

    25 de janeiro de 2009 22:32
  20. coisas minhas said...

    ja acreditei mais no casamento..

    31 de janeiro de 2009 10:48