O MEME DA IARA, DIA DOS NAMORADOS, POEMAS E POR AÍ VAI.

Posted by : DANIEL MORAES | 12 junho, 2008 | Published in

A Iara me mandou um MEME que consiste em pegar um papel e escrever alguma coisa, escanear e postar, afim que todos possam saber como é a letra. Só que hoje é dia 12, o tão afamado Dia dos Namorados, e pra variar, passo essa data mais uma vez sozinho.

Mas como diria o Che, “há de endurecer sem perder a ternura” (e como é que a coisa rola sem ternura? E outra coisa, como pode acontecer sem endurecer?). Essa bodega não pode deixar batida essa data, então resolvi matar dois coelhos com uma cajadada só. Escrevi um poema e escaniei. Fazendo isso, me lembrei da função que mais exerço entre meus amigos. Toda vez que um deles briga com a namorada ou mulher, volta meia vêm o pedido: magrelo, escreve um poema pra eu dar pra fulana. É isso mesmo! Quando os caras ficam de mal com as patroas, o “disque cupido Daniel” aparece em cena. Já cansei de escreveu “poemas encomendados” pra salvar namoros alheios.

Pensando nisso, tive a seguinte idéia. Como a lógica dos MEMES é respondê-los e repassa-los, dei uma melhorada no que a Iara me repassou. Irei passá-lo a 10 blogueiros (5 mulheres e 5 homens). Os mesmos terão de escrever um poema num papel e postá-lo em seus referidos lugares com um clipe do Youtube. Como a minha letra é horrível, logo abaixo da figura do papel, irá o poema digitado.

Quem quiser pegar o poema abaixo e dedicar a sua (seu) amada (o) fique a vontade. Quem, na lista que estiver solteiro (a), vale como exercício do “seu eu lírico”.

Mulheres:

Carol, Beatriz Cordeiro, Mirian, Letícia e Renata Rocha

Homens:

Júlio Melo, Fábio, André, Jairo Souza e Gil

NOTA MENTAL: Hoje no Arraial que a Prefeitura de Boa Vista está promovendo, vai ter show do Wando. Imaginem que do grupo de amigos que irei, sou eu o único sem ninguém. Imagine que estarei de candelabro, e ainda por cima, estarei ouvindo músicas do tipo: “Você é luz / Rio, estrela e lugar” ou “faz, faz, ta gostoso de mais...”. Vou ver um monte de língua se agarrando e sei que no fim da noite as línguas estarão em outros lugares... E eu sozinho... Chegarei em casa, abraçarei o travesseiro, vou chorar bem baixinho baby, pra nem eu nem Deus ouvir; fazendo festinha em mim mesmo, como um neném até dormir... (ainda bem que tivemos Cazuza, pra sintetizar uma noite de solidão). Ao poema...

ME FALA

Me fala os teus segredos mais profundos,
Das raízes deste mundo,
Da origem do homem.
Me fala da infância gostosa,
Da flor maravilhosa,
Dos carinhos dados,
Os caminhos por onde andou.

Me fala dos milagres que já fez,
Os sonhos que teve, da paz, da guerra, da tua gente, da tua terra, tua liberdade...
Do sol do teu dia, da carne que te ardia, do luar da tua noite, da natureza,
De uma pura beleza, do futuro impensável.

Me fala que tu és,
Dos espasmos de prazer já sentidos,
De tuas lágrimas derramadas,
Dos teus infinitos dias, teus fies, teus frutos,
Da tua morte já sofrida, do tudo, do nada,
De céus, de inferno, de mim, de nós! (...).

NO VÍDEO: Cássia Eller - Todo Amor que Houver Nessa Vida



Por: Daniel Moraes.

(4) Comments

  1. Iara Alencar said...

    kkakakaka

    eu nem dei conta de ver a imagem, mas sua letra é que nem de médico rsrsrs...

    ficou engraçado.
    Querido eu nao repassei a mais gente porque é complicado, arrumar um scaner, pagar quem sabe, ter o tempo pra fazer.

    espero que voce tenha visto o email que eu mandei. rsrsrs

    12 de junho de 2008 20:50
  2. Iara said...

    eu nunca ganhei uma carta de aor.

    12 de junho de 2008 20:52
  3. Daniel

    Iara: Você ainda receberá uma carte de amor. Acho que a graça desse "MEME recauchutado" serão os poemas. Posta a imagem passa a ser secundário.

    12 de junho de 2008 21:47
  4. Júlio

    Valeu pelo Meme Daniel.

    Cara, escrever não é problema. Mas eu não tenho scaner e não faço a mínima idéia de como se posta um video do youtube no blog rsrsrs

    Iara: quem acredita sempre alcança.

    12 de junho de 2008 22:36