Futebol é mesmo coisa para meninos, por assim dizer...

Posted by : Bahasi | 10 maio, 2008 | Published in

Estes dias fui assistir um jogo de futebol com um amigo...

Não bastasse o meu mínimo interesse em futebol, a minha vontade retardada em tomar uma cerveja gelada com febre e faringite (e sem uma blusa de frio descente), a minha falta de admiração por time algum, ainda tinha vindo de uma feira de municípios (daquelas cheias de prefeitos, vereadores e pessoas irritantes), calçava um scarpin de 10 cm e estava com sono.

- Aí a gente se pergunta: "...por quê?, ó vida?".

Mas fui. Na ausência de quem me apresentasse regras futebolísticas e adequações necessárias para assistir a uma final (ou coisa 'vibrante' assim - de parar o país), aprendi neste dia alguns fundamentos básicos:

1° - Mulher não fala. Se não for torcedora fiel e apaixonada pelo time que está jogando, fique muda.

2° - Não use scarpins. Não combina com as camisas dos times.

3° - Não se assuste. Todos vão olhar pra você. Não porque você é feia, bonita, gorda, magra, alta ou baixa. Vão olhar porque simplesmente notam que você é novata e inexperiente alí.

4° - Deixe o homem pedir a cerveja. E a que ele quiser. Afinal, futebol é coisa de meninos. Eles não tiveram o prazer de brincar de Barbie.

5° - Não peça para ele aprochegar-se para o canto pra você ver a TV também. Ele já tá P da vida porque não foi ao estádio e, se não te ignorar vai resmungar um "peraí... ahhhhhhhhhhhh! quase!" - que deve querer dizer que quase aconteceu alguma coisa no jogo que você não viu porque ele não arrastou a cadeira para o lado.

6° - Se algum amigo em comum ligar para o celular dele para comentar algo sobre o jogo, nem adianta pedir pra falar também. Nem ele, nem o amigo querem saber de conversa fiada. Só de futebol.

7° - Se ele cismar de ir embora, não questione. O time deve estar perdendo e sem chance de revanche. E agüente o resto do caminho a mudez e as palavras soltas sobre como o futebol é uma caixinha de surpresa porque o time dele teve não sei quantas oportunidades de gol e o outro teve só duas e marcou.

8° - Nada de falar sobre a menina triste que viram hoje ou sobre seu pé dolorido ou sobre fazer, quem sabe, alguma coisa amanhã de manhã. Ele não vai escutar. Estará antenado na rádio do carro que transmite o jogo ao vivo.

9° - Deixe as perguntas bobas para depois. Porque a bola é amarela e não branca só tem uma resposta: "porque é." e porque os dois times jogavam com camisas da mesma cor porém com tonalidades diferentes nem tem resposta, só um "humpf" mal humorado.

10° - Mais importante: Se resolver repetir a parada vá de tênis, com cara de torcedora fanática e deixe ele achar que manda no pedaço. Mas a melhor dica é: vá ao shopping com as amigas... E peça o cartão de crédito dele se o time estiver em alta.

Me perdoem as feministas fanáticas, mas futebol é mesmo coisa para meninos, por assim dizer... Faça balé ou jazz. E que assim seja.

(8) Comments

  1. Daniel

    Você pode até não ser muito interessada em futebol, mas percebo que vc é bem observadora. Bar e futebol são misturas que funcionam para nós que nem uma droga pesada, esquecemos do mundo (e das mulheres ao lado) e nos fixamos no jogo. Ótimo texto e bem vinda ao Só Pensando. Não poderia ter uma melhor sócia blogal que você. Bjus

    10 de maio de 2008 16:49
  2. Carol Bahasi said...

    O prazer é todo meu, sócio! Sejamos bem vindos.

    10 de maio de 2008 19:26
  3. Graziele Alencar said...

    Eu não sei pra qual gênero é o futebol; só sei que eu tou preferindo um shopping mesmo a uma final de campeonato num bar com a "macharada". Além disso, tem coisa pior do que torcedor fanático tentando inventar desculpa pra derrota do seu time? Se for flamenguista então... Deus me livre!

    11 de maio de 2008 10:33
  4. Júlio Melo

    Vida longa a nova parceria Daniel...
    E em relação a esse post: quero ver voce falar isso para a Marta.

    11 de maio de 2008 11:48
  5. Daniel

    Graziela: O quê que tem os Flamenguistas hein?! rsrsrs

    Júlio: Valeu pela força, e quanto a Marta; queria ela jogando no Flamengo rsrsrs

    11 de maio de 2008 13:04
  6. Iara said...

    Hun
    Voces homens!!

    11 de maio de 2008 14:53
  7. Mayara Borges

    Era isso q faltava aki... Um toque feminino! Ameeei =D

    uahuahauhauhaua...

    Definitivamente, salto e futebol não combinam! rs. Bjus.

    11 de maio de 2008 17:15
  8. Graziele Alencar said...

    Eu já fui flamenguista por herança(a família toda do meu pai é), por isso, não fico sem jeito pra falar... rssss
    Nada contra os flamenguistas, em dias que não tem jogo!

    12 de maio de 2008 20:32